Notícias

08/04/2021 09:02

Discurso de saudação aos novos associados

DISCURSO DE SAUDAÇAO À NOVA DIRETORIA EMPOSSADA Cleonice Alexandre Le Bourlegat 26 de março de 2021 Boa noite! Saúdo a todos os presentes neste importante momento de celebração da solenidade de posse da Diretoria deste novo biênio de 2021-2022! Em primeiro lugar, quero externar aqui meus sinceros agradecimentos à Maria Madalena Dib Mereb Greco, que merecidamente assume a presidência deste instituto hoje, pelo amável convite e oportunidade dada à minha pessoa para poder apresentar estas palavras de saudação à nova diretoria empossada. Importante registrar ainda minha imensa satisfação em poder estar presente nesta solenidade de posse, após ter completado em 2020, trinta e dois anos neste glorioso Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul! Cheguei até este instituto, em 1988, na época como acadêmica, ocupando a cadeira número 11, por meio de um convite especial feito pelo então presidente, Paulo Coelho Machado em uma de suas habituais visitas à então Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso (FUCMT), para manter contato com os coordenadores dos cursos de História e Geografia. Segundo ele, até então, o instituto que se tornara histórico e geográfico desde 1978, ainda não contava com geógrafo. Deste modo, acabei tendo a honra de me tornar a primeira geógrafa a ocupar uma cadeira no Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul. Afinal, este instituto, há dez anos antes de minha entrada, havia emergido do desdobramento da então Academia de Letras e História de Campo Grande, a qual a Geografia não havia ainda sido contemplada. Dentre as novas acadêmicas que entraram comigo naquele ano lembro-me muito bem das queridas Oliva Enciso (falecida em 2005) e Yara Brum Penteado. Tenho memórias inesquecíveis das reuniões e trabalhos conduzidos ainda na antiga sede da Rua Rui Barbosa, numa sala cedida pela Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, na então casa então doada por Luís Alexandre de Oliveira. Nesta época, ainda era difícil separar as pessoas e atividades desenvolvidas nesta academia e no instituto. Convivi com pessoas fantásticas deste período. Além daqueles que tomaram posse comigo e de Paulo Coelho Machado (com quem convivemos de forma muito construtiva até 1999), tive o grande privilégio de ter ter como colegas Elpídio Reis (até 1997), J. Barbosa Rodrigues do Jornal “O Correio do Estado” (até 2003), Acyr Vaz Guimarães (até 2005), este de quem tive o prazer de prefaciar um livro em 1999 e, ainda, claro, Hildebrando Campestrini (até 2016), além de nossos atuais e grandes colegas Vera Tylde de Castro Pinto, Ledir Marques Pedrosa, Heitor Rodrigues Freire, Celso Higa, José Correa Barbosa e muitos outros que ao instituto foram se integrando. A mudança do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul para a sede atual, entre 2007-2008 significou, sem dúvida, grandes avanços, momento marcado pela gestão de Hildebrando Campestrini e, em seguida, por Paulo Eduardo Cabral e Valmir Baptita Correa, que ora passa esta presidência. Também se pode dizer o mesmo sobre a chegada de tantos outros novos colegas, lembrando de nossa querida Vera Machado Pereira e sua irreparável perda nesta pandemia e, da chegada de tantos outros, a exemplo de Alisolete Weingartner, Maria Madalena Dib Greco, Paulo Eduardo Cabral, Carlos Eduardo Contar, Valmir e Lucia Correa, Américo Calheiros, Maria Christina Felix dos Santos. Durante este processo, tive a imensa satisfação de indicar minha querida amiga Angela Antonia Athanasio Laurino, como mais uma geógrafa a ajudar compor o instituto, seguida do também colega e amigo Arnaldo Menecozzi. Colegas de outras profissões também vieram enriquecer o trabalho do instituto, a exemplo do casal Valter e Regina Maura Cortez, Marilia Leite e mesmo de tantos outros dos quais não cheguei ter oportunidade de me aproximar, tais como de Paulo Cesar Vargas Freire, Sueli Teixeira, Isabel de Paula Costa, Isolete Moreira, Maria Teresa Garitano. Novas contribuições também têm chegado com a presença de colegas e amigos de longa data, como de Arlinda Cantero Dorsa. Gilson Rodolfo Martins, Paulo Marcos Esselin. Sem dúvida um grande time!!!! Nesta nova diretoria teremos a enorme satisfação de contar com Maria Madalena Dib Mereb Greco, a primeira mulher a assumir a presidência na história do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul. Temos a certeza de que sua conhecida garra e inteligência como historiadora, associada a um tempo de extrema dedicação já realizada em prol deste instituto constituem atributos suficientes para se poder prever o brilhantismo com que ela deverá ocupar este posto. Que as competências construídas e dificuldades certamente enfrentadas nesta trajetória sirvam de aprendizado aos novos desafios a serem superados na obtenção de novas conquistas, amparada por este virtuoso time da nova diretoria. Para isto, estamos cientes do quanto a nova presidência, a ser ocupada por Maria Madalena Dib Mereb Greco e seu vice Américo Calheiros, vão depender do desempenho dos novos integrantes de diretorias e conselhos, assim como de todos nós que fazemos parte deste instituto. Do lado da academia, para onde esta diretoria pretende ampliar sua aproximação, somo-me a esta empreitada, com tudo o que estiver ao meu alcance e com grande satisfação. Para finalizar, nossas sinceras boas-vindas aos novos associados, certos de que em muito vão contribuir para este novo momento. Entre estes, também vislumbrei a chegada de antigos grandes amigos. Nossos cumprimentos também aos presidentes que se precederam com suas respectivas diretorias, diante dos reconhecidos esforços que permitiram o engrandecimento deste instituto, torcendo para que esta transição, como sempre, ocorra de forma harmoniosa, em continuidade aos melhores propósitos já deflagrados, assim como na proposição de novos de forma criativa e inovadora. Que Deus esteja sempre conosco nesta caminhada!!

Autor: Cleonice A. Boulegart

Notícias RELACIONADAS

67 3384-1654 Av. Calógeras, 3000 - Centro, Campo Grande - MS, 79002-004 ┃ SEG à SEX dás 13hs até 17hs

Site Desenvolvido por: